China cresce 9,9% há 32 anos

A economia chinesa “cresceu em média 9,9 por cento ao ano” desde o final da década de 1970, “tirando da pobreza mais de 600 milhões de pessoas”, realçou o presidente do Banco Mundial, Robert B. Zoellick, no domingo, 26.
As reformas económicas evocadas por Zoellick começaram em 1979.
No final de 2011, o número de chineses abaixo do limiar da pobreza oficial, menos de 2300 yuan (270 euros) por ano rondava os 122 milhões, o que corresponde a nove por cento da população do país.

 Fonte Jornal Avante

O Bitaite Chinês: Depois de ler uma notícia destas e constatar que em pouco mais de 30 anos milhões de pessoas foram tiradas da pobreza,  “A Chinesa” não consegue imaginar como ainda se possa considerar o comunismo como uma nódoa na história mundial. Até na Rússia, se analisarmos atentamente a história da ascenção do comunismo, podemos verificar que foi um sucesso porque apesar do país ter passado por uma longa guerra civil e ter participado em duas guerras mundiais, conseguiu ultrapassar o desgaste económico causado por estas provações e ainda tornar-se numa potência mundial. Por estas razões “A Chinesa” acha que é absurdo e estúpido dizer que o comunismo não funciona e é utópico.

Anúncios